Só àqueles…

À todos aqueles que me carregam e andam comigo há muito tempo nessa estrada torta da vida.

Aos que chegaram ontem, mas mesmo assim se instalaram depressa,

invadiram a casa e tomaram conta de mim.

Àqueles que falam sempre, pelos cotovelos, mas nunca me deixam falar…

ou aos que nunca falam, para poder me ouvir por horas e horas,

mesmo quando contada aquela mesma história de sempre…

Àqueles que choram ou que fazem piada da minha cara nas horas mais impróprias,

ou aos que ajudam a secar as lágrimas que foram derramadas por muito tempo…

mas que só esses tem o poder de amenizá-las quando preciso.

Àqueles que entram sem pedir licença,

abrem as portas do meu armário, bebem a cerveja da geladeira,

deitam no sofá sem modos e comem o último biscoito do meu pacote.

Àqueles que muitas vezes me deram o último biscoito do pacote deles…

e que me colocaram para cima, mesmo estando, muitas vezes, eles mesmos para baixo.

Aos que me deram o lugar no ônibus lotado porque o meu dia havia sido mais puxado que o deles

e aos que nunca disseram não apenas para me arrancar um sorriso.

Àqueles que mesmo de longe, nunca se esquecem de mim

e que também nunca me esqueço do calor da voz deles.

E até mesmo àqueles que sequer me viram pessoalmente,

mas sei que vão lembrar de mim como um irmão que apenas não nasceu do mesmo ventre.

Àqueles os quais, ainda que passados momentos de raiva,

de tempos sem ouvir a fala, sem saber notícias,

por motivos alheios que a vida não explica, mas que o maldito rancor prevalece,

e mesmo à estes que ainda assim me fazem uma falta tão inexplicável que chega a doer…

Àqueles que mesmo sorrindo nas horas mais estúpidas,

mesmo falando coisas fora de hora,

mesmo  “empatando as fodas”,

não consigo deixar de sentir aquele carinho imenso.

À todos aqueles que de uma maneira ou de outra são peças essenciais na vida de alguém,

sem os quais a minha própria vida jamais caminharia para a frente.

Àqueles mesmos

aos novos

aos velhos

aos de sempre…

Só aos amigos que eu amo demais.

Nada será como antes

Uma homenagem aos que me são essenciais.

*Leli

4 Comentários (+adicionar seu?)

  1. danielzdorn
    jul 20, 2010 @ 23:34:39

    Estou chorando aqui…. mimimimimi…
    😛

    Responder

  2. nadacomoantes
    jul 20, 2010 @ 23:58:28

    Sabia que eu ia te emocionar! UhauHUHUaha

    Responder

  3. Danielle
    jul 21, 2010 @ 10:57:37

    Amiga,

    Eu faço parte dos “velhos”…rsrsrs
    Você como sempre uma fofa lembrando da gente!

    te amo!!!!

    Responder

  4. Candé
    jul 26, 2010 @ 01:17:52

    Lindão… como é bom ter amigos no coração!

    Responder

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: